Papa recebeu dirigentes e jogadores da série A italiana

2017-05-16 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) O Papa Francisco recebeu na manhã de hoje, dia 16 de Maio de 2017, às 10,30 horas de Roma, em audiência na Sala Clementina do Vaticano, os dirigentes da Liga Nacional dos Profissionais do Futebol da série A Italiana, os cerca de 180 elementos entre dirigentes e jogadores dos clubes da Serie A, -  Juventus de Turim e Lazio de Roma -  que vão disputar a final da “Taça Itália”, amanhã, quarta-feira, dia 17 de Maio de 2017.

No seu breve discurso, Francisco agradeceu aos presentes pela visita, pelas palavras de cortesia que lhe foram dirigidas pelo Presidente da Federação Italiana de Futebol e congratulou-se com as duas equipas, Juventus e Lazio que, disse o Santo Padre “para além de terem conseguido óptimos resultados, são também duas equipas muito amadas pelos amantes do desporto. Isso, acrescentou o Papa “vos empenha ainda mais a testemunhar os autênticos valores do desporto”.

E é precisamente sobre esta necessidade de testemunhar os autênticos valores do desporto que  Francisco, achou necessário voltar a reflectir brevemente com os presentes, sobre a importância do desporto no nosso tempo.

Considerando o fascínio e os reflexos que o futebol profissional exerce sobre as pessoas especialmente sobre os jovens, “vós, advertiu Francisco, tendes uma grave responsabilidade”. Aqueles que são considerados “fora de série” são facilmente tidos como figuras de referência. Por isso cada jogo é uma prova de equilíbrio, de domínio de si, de cumprimento das regras. Quem de entre vós, prosseguiu o Santo Padre, mediante o seu comportamento, souber dar prova de tudo isso, será exemplo para os seus admiradores e adeptos.

É quanto desejo para cada um vós: de ser testemunhas de lealdade, de honestidade, de concórdia e de humanidade. As vezes nos estádios, se verificam, infelizmente episódios de violência, que perturbam o sereno desenvolvimento dos jogos e o divertimento são das pessoas. Faço votos para que, naquilo que é do vosso poder, possais sempre ajudar a actividade desportiva a permanecer tal e, graças ao empenho pessoal de todos, a ser motivo de coesão entre os amantes do desporto e na sociedade inteira.

Finalmente, Francisco agradeceu “de coração” à todos pela visita, augurando que o final do jogo da “Copa Itália” possa ser um grande espectáculo. Sobre todos, sobre as suas famílias e entes queridos/as o Papa invocou a bênção do Senhor e pediu também à todos de rezarem por ele.  

 

(from Vatican Radio)