Papa elogia obra dos Cavaleiros de Colombo no Oriente Médio

2017-08-03 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – Com uma mensagem assinada pelo Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado, o Papa Francisco enviou a sua saudação aos integrantes da Ordem dos Cavaleiros de Colombo, reunidos na 135º Assembleia anual em St. Louis (EUA) de 1° a 3 de agosto.

O tema do encontro deste ano, “Convencidos do Amor e do Poder de Deus” aborda a fonte íntima da missão e da vida de toda a vida cristã: a certeza do amor salvífico de Cristo, “um tesouro de vida e de amor que não pode enganar, uma mensagem que não pode manipular nem desiludir”. (Evangelii Gaudium, 265).

A mensagem refere que “esta mesma experiência do amor e do poder de Deus, vivido no coração da Igreja, levou à fundação dos Cavaleiros de Colombo como uma união fraterna e caritativa de leigos católicos, trabalhadores, maridos e pais”.   

A guerra em pedaços e o combate à indiferença

Muitas vezes, o Papa observou que, em nossos dias, uma guerra mundial fragmentada está sendo travada, uma vez que a sede impetuosa de poder e dominação, seja econômica, política ou militar, está gerando violência, injustiça e sofrimentos incontáveis em nossa família humana. O Papa pede aos cristãos em todos os lugares que rejeitem esta mentalidade e combatam o crescimento de uma cultura global de indiferença que descarta os nossos irmãos e irmãs menores.

“Que os Cavaleiros, em suas famílias, paróquias e conselhos locais, respondam generosamente a este desafio e ajudem a estabelecer bases sólidas para a renovação da sociedade como um todo, trabalhando para mudar os corações e construir a paz”.

O compromisso da Ordem no Oriente Médio

O Papa transmite ainda sua gratidão aos Cavaleiros de Colombo pelo suporte que oferecem aos irmãos e irmãs do Oriente Médio: “Nenhum de nós pode ficar cego aos sofrimentos daqueles a quem a violência fratricida e o fanatismo religioso deixaram sem-teto ou forçados a fugir de suas pátrias”.

“O Fundo de Auxílio aos Refugiados dos Cavaleiros de Colombo é um sinal eloquente do firme compromisso da Ordem com a solidariedade e a comunhão com os nossos irmãos cristãos. O Santo Padre, uma vez mais, pede aos Cavaleiros e suas famílias que rezem pelos necessitados, pela conversão dos corações e pelo fim da espiral de violência, ódio e injustiça nessa região”, finaliza a mensagem.

Com estes sentimentos, o Papa assegura suas orações aos membros da Ordem e seus familiares, concedendo-lhes a sua bênção. 

Ouça a reportagem:

(CM)

(from Vatican Radio)