Padre Lombardi deixa a Rádio Vaticano depois de 25 anos

2016-02-22 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – O jesuíta Federico Lombardi, 73 anos, deixa a direção da Rádio Vaticano no próximo dia 29 de fevereiro. No âmbito das reformas da mídia do Vaticano, o Prefeito da Secretaria das Comunicações, Mons. Dario Edoardo Viganò, nomeou segunda-feira (22/02), o Dr. Giacomo Ghisani como diretor administrativo e jurídico da Rádio. 

Padre Federico Lombardi chegou à “Rádio do Papa” em janeiro de 1991 como Diretor de Programação e em 2005 foi nomeado Diretor Geral. O sacerdote italiano permanece na direção da Sala de Imprensa da Santa Sé. 

A reforma da mídia vaticana começou com a incorporação de Rádio Vaticano; Pontifício Conselho das Comunicações Sociais, Sala de Imprensa da Santa Sé, Serviço Internet Vaticano, Centro Televisivo Vaticano; L’Osservatore Romano; Tipografia Vaticana; Serviço Fotográfico; e Livraria Editora Vaticana, sob a nova Secretaria das Comunicações. 

O Conselho dos 9 Cardeais (C9) constituído pelo Papa para assistí-lo na reforma de toda a Cúria, dispôs que em 2016 se formalize a fusão entre a Rádio e o CTV. Esta união já foi iniciada com a produção e a distribuição de áudio e vídeo das cerimônias papais e outros eventos vaticanos.  

Em relação às atividades das redações linguísticas e do pessoal da Rádio Vaticano, a responsabilidade permanece nas mãos do padre jesuíta polonês Andrzej Majewski.

(CM)

 

(from Vatican Radio)