O Papa Francisco indica na Quaresma uma oportunidade de conversão e solidariedade - O tempo das obras

2016-01-26 L’Osservatore Romano

«Um tempo favorável para poder finalmente sair da própria alienação existencial graças à escuta da Palavra e às obras de misericórdia». Assim o Papa Francisco, na mensagem para a Quaresma de 2016, convida os cristãos a preparar-se para a Páscoa do ano jubilar. Um período que deve ser vivido «intensamente – recomenda o Pontífice – como momento forte para celebrar e experimentar a misericórdia de Deus».

A misericórdia de Deus – sublinha o Pontífice – transforma o coração do homem e faz-lhe experimentar um amor fiel, tornando-o assim, por sua vez, capaz de misericórdia. É um milagre sempre novo que a misericórdia divina possa irradiar-se na vida de cada um de nós, estimulando-nos ao amor do próximo e animando aquilo que a tradição da Igreja chama as obras de misericórdia corporal e espiritual. Estas recordam-nos que a nossa fé se traduz em actos concretos e quotidianos, destinados a ajudar o nosso próximo no corpo e no espírito e sobre os quais havemos de ser julgados: alimentá-lo, visitá-lo, confortá-lo, educá-lo.

Texto da mensagem