Em Medellín, o encontro com os jovens de 'Scholas'

2017-09-10 Rádio Vaticana

Medellín (RV) – Após a missa celebrada no aeroporto de Medellín (sábado, 09/09), o Papa se encontrou com alguns estudantes de Scholas Occurrentes, que desde 2013 é uma Fundação de direito pontifício. A rede internacional de escolas, públicas e particulares, católicas e não-católicas, nasceu 20 anos atrás na Argentina de uma iniciativa do então Arcebispo Jorge Bergoglio. São as chamadas ‘escolas de encontro’: uma realidade já enraizada em todo o mundo, com o lema ‘Não à exclusão. Sim à inclusão’. A rede tem membros em 190 países: 450 mil institutos.

O encontro

Os jovens revelaram ao Papa suas esperanças e dificuldades e lhe agradeceram por ter inspirado uma realidade educativa tão diferente de outras. Por sua vez, Francisco reconheceu aos jovens o mérito de ter empreendido esta experiência escolar, que vislumbra a harmonia através da formação e da cultura, e os exortou a promover, entre seus coetâneos, este tipo de educação.

Em Scholas – como dito em outras ocasiões pelo Papa – ninguém é ‘não’; todos têm um valor. “Muitas vezes, também no setor da educação, se raciocina por esquemas elitistas: aqui não; todos devem ter as mesmas oportunidades, principalmente quando se fala de jovens que se preparam para atuar na sociedade de amanhã”. 

(cm)

(from Vatican Radio)