Cardeal Parolin encontra Patriarca ortodoxo búlgaro Neofit

2016-03-21 Rádio Vaticana

Sófia (RV) - O segundo dia da visita do cardeal secretário de Estado vaticano Pietro Parolin à Bulgária teve início esta segunda-feira (21/03) com um encontro com o Patriarca da Igreja ortodoxa búlgara Neofit. Detalhes com a colega Iva Mihailova, do Programa Búlgaro:

“No início de seu colóquio com o Patriarca Neofit, o Cardeal Parolin expressou as cordiais saudações do Papa Francisco, que muito apreciou este encontro. O Patriarca Neofit ressaltou o bom acolhimento sempre reservado no Vaticano aos expoentes ortodoxos e retribuiu as saudações do Papa. Durante os colóquios foram destacadas as boas relações entre a Igreja ortodoxa búlgara e a Santa Sé. O Patriarca ressaltou a importância da tradicional visita da delegação búlgara, realizada a cada ao Vaticano por ocasião da Festa dos Santos Cirilo e Metódio, e sua grande contribuição para o desenvolvimento das relações entre a Igreja ortodoxa búlgara e a Santa Sé.”

“Ademais, o  Cardeal Parolin falou sobre a possibilidade de construir relações mais frequentes e mais próximas entre os representantes da comunidade católica na Bulgária e os sacerdotes ortodoxos nas várias localidades. A seu ver, o trabalho com os jovens e a ajuda aos pobres constituem âmbitos possíveis de colaboração. Foi também mencionado o encontro entre o Papa Francisco e o Patriarca Kirill. Falou-se sobre o Concílio pan-ortodoxo em Creta (Grécia, ndr), para o qual o Cardeal Parolin assegurou suas orações.”

“O Patriarca Neofit respondeu que o bom êxito do Concílio influirá  também no processo de aproximação entre católicos e ortodoxos. Além disso, a parte ortodoxa expressou um agradecimento pelas possibilidades de estudo oferecidas aos jovens teólogos ortodoxos no Pontifício Instituo Oriental e em outros centros de estudo católicos. Após o colóquio com o Patriarca, o cardeal secretário de Estado vaticano teve um encontro com o premier búlgaro Boyko Borissov, o presidente da República Rosen Plevneliev e o Grão-Mufti Mustafa Hadji." (RL)

(from Vatican Radio)