Card. Simoni enviado do Papa a Pristina

2017-07-17 Rádio Vaticana

Cidade do Vaticano (RV) – O Cardeal Ernest Simoni será o enviado especial do Papa Francisco à consagração da nova igreja dedicada à Santa Teresa de Calcutá na cidade de Pristina, no Kosovo, em 5 de setembro.

Dom Ernest é um dos sacerdotes albaneses sobreviventes da feroz repressão na Albânia nos tempos do comunismo.

O Papa encontrou-o pela primeira vez durante a sua visita apostólica a Tirana, em setembro de 2014. Francisco ficou impressionado com o seu testemunho.

Cardeal

O Santo Padre chamou-o para fazer parte do Colégio Cardinalício quando tinha 88 anos, criando-o Cardeal no Consistório de 19 de novembro de 2016.

As suas primeiras palavras ao saber da notícia foram: “Mas sou digno desta púrpura, eu, um simples soldado de Cristo?”.

Prisão

O sacerdote foi preso na noite de Natal de 1963, passando 28 longos anos na prisão, onde foi submetido a torturas e obrigado a  trabalhos forçados em minas e nos esgotos de Scutari, pelo simples fato de ser sacerdote, como relatou ao Papa Francisco.

Ao ser libertado, demonstrou incansável zelo pastoral, testemunhando ainda hoje - quer em sua pátria como em outros países – e animando os albaneses da diáspora. (JE)

(from Vatican Radio)