Aos membros da "Liga de Oração do Beato Carlos da Áustria para a Paz e a Fraternidade entre os Povos" (14 de outubro de 2017)

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO
AOS MEMBROS DA "LIGA DE ORAÇÃO DO BEATO IMPERADOR
CARLOS DA ÁUSTRIA EM PROL DA PAZ ENTRE OS POVOS"

Sala Clementina
Sábado, 14 de outubro de 2017

[Multimídia]

 

Excelência Altezas
Senhoras e Senhores
Prezados irmãos e irmãs!

É com afeto que vos saúdo e, através de vós, todos os membros da Liga de Oração do Beato Imperador Carlos em prol da Paz entre os povos nos vários países do mundo. Agradeço ao Presidente, Mons. Fernand Franck, as suas palavras. A vossa assembleia anual em Roma insere-se no contexto do centenário da iniciativa de paz empreendida pelo Papa Bento XV e, entre os responsáveis políticos, apoiada unicamente pelo Beato Imperados Carlos, com o forte desejo de pôr fim ao massacra da primeira guerra mundial.

Os três objetivos da Liga de Oração, postos em evidência pelo vosso Presidente — procurar e observar a vontade de Deus; comprometer-se a favor da paz e da justiça; e expiar a injustiça da história — constituíram, por assim dizer, o motivo constante na vida do Beato Carlos como estadista, como marido e pai de família, como filho da Igreja. Confiando-se à vontade de Deus, ele aceitou o sofrimento e ofereceu a própria vida em sacrifício pela paz, sustentado sempre pelo amor e pela fé da sua esposa, a Serva de Deus Zita.

Os desafios do nosso tempo exigem a colaboração de todos os homens de boa vontade e, de maneira particular, a oração e o sacrifício. Por conseguinte, convido-vos a manter a promessa de participar, mediante a oração e o compromisso pessoal, nos múltiplos esforços do Papa a favor da paz. Sem a ajuda da oração dos fiéis, o Sucessor de Pedro não pode cumprir a sua missão no mundo. Conto também convosco. Confio-vos à salvaguarda maternal de Maria Santíssima e à intercessão do Beato Imperador Carlos e, de coração, concedo a Bênção apostólica tanto a vós como aos vossos entes queridos.